Manchete nos Jornais desta Terça-Feira, 18 de Novembro de 2014

Oposição tenta tirar restos a pagar do PNL do superávit

Das 80 emendas apresentadas, 77 são assinadas por parlamentares da oposição, que ontem também responsabilizaram a presidenta Dilma Rousseff pelo escândalo com os desvios de recursos da Petrobras…

O que o estado vai plantar após 2020

Mudanças climáticas podem substituir cultivos como trigo por cana-de-açúcar e café…

EM CHOQUE, PREGÃO ESPERA DILMA

Enquanto a comitiva da presidente Dilma Rousseff fazia ontem o longo trajeto de volta ao Brasil, o mercado financeiro encolheu-se. Tímidos, os pregões de dólar e juros futuros não quiseram desbravar novas veredas…

O Globo

Manchete : Petrobras pede ação contra Gabrielli, e PF cita outro diretor

Graça admite que sabia de propina de holandesa ‘há meses’
Delatores já firmaram acordos para devolver R$ 423 milhões
Estatal tem caixa para 6 meses e cria diretoria para cumprir lei

Com dois ex-diretores da Petrobras e grandes empreiteiros presos por corrupção na estatal, o Conselho de Administração da companhia pediu ao Ministério Público Federal abertura de ação civil pública contra o ex-presidente da empresa José Sérgio Gabrielli e mais 14 pessoas envolvidas na compra de Pasadena, nos EU A, em 2006. O negócio deu prejuízo de US$ 792,3 milhões à estatal. Já o escândalo apurado pela PF na Lava-Jato respingou também no atual diretor de Abastecimento, José Carlos Cosenza, acusado por seu antecessor Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Youssef de ter recebido “comissões” de empreiteiras. Cosenza repudiou as acusações. Ontem, a direção da Petrobras, que adiou a divulgação do balanço financeiro, anunciou a criação de uma diretoria de governança para assegurar o “cumprimento de leis”. A estatal, que ter á dificuldade de captar recursos no mercado, tem folga de caixa só para seis meses. A presidente Graça Foster admitiu que foi informada “há meses” por empresa holandesa de pagamento de propina na estatal. (Págs. 3, 5 e 23 a 26)

Para BC, economia cresceu 0,59%

O Banco Central estima que a atividade econômica no país cresceu 0,59% no terceiro trimestre. O índice surpreendeu analistas, que esperavam alta de só 0,2%. Se a tendência apurada pelo BC for confirmada pelo IBGE na divulgação do PIB, o Brasil terá deixado para trás a recessão técnica do primeiro semestre. (Pág. 27)

Dilma quer tirar pasta do PMDB

A presidente Dilma cogita nomear Giles Azevedo, seu ex-chefe de gabinete e homem de confiança, para Minas e Energia. O plano de Dilma é tirar a pasta, hoje com Edison Lobão, do PMDB. (Pág. 11)

Santos suspende diálogo com Farc

O presidente Juan Manuel Santos suspendeu o diálogo de paz iniciado em 2012 com as Farc após acusar o grupo guerrilheiro de sequestrar um general. (Pág. 32)

Parques Nacionais – Visitantes cada vez mais raros

Estudo inédito do Instituto Semeia revela que uma em cada quatro unidades não recebeu qualquer visita em 2013. A falta de estrutura é a principal responsável. (Pág. 31)

ONU registra recorde de jovens

Relatório das Nações Unidas aponta o maior número de jovens na História: 1,8 bilhão. Os desafios de um mundo tão novo vão do acesso à educação ao emprego. (Pág. 29)

Ilimar Franco

É guerra aberta

A presidente Dilma (e Lula) vai dobrar as fichas a cada aposta que o presidente do PSDB, senador Aécio Neves, fizer. Será radical o embate em torno do escândalo da Petrobras. Políticos não sabem onde a investigação vai parar. Mas ninguém tem condições de recuar ou promover um arreglo, definindo quem vive e quem morre. O objetivo de todos é o mesmo: sobreviver e reconstruir suas forças com o que sobrar. (Pág. 2)

Merval Pereira

Atos por impeachment podem ser precipitados, não golpistas. (Pág. 4)

Míriam Leitão

Nunca se viu denúncia deste porte na economia. (Pág. 24)

O Estado de S.Paulo

– PF diz que delator cita diretor da Petrobrás em esquema

– Empresa pretende cobrar Gabrielli por perda em Pasadena

– Escândalo pode comprometer programa de concessões

– SP pede que obras contra seca sejam incluídas no PAC

– MP da Itália pede prisão de Pizzolato por “risco de fuga”

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : Executivo propõe devolver US$ 100 mi

Propinas da Petrobras

Valor, equivalente a mais de R$ 260 milhões, dá ideia do tamanho das negociatas entre empresas, doleiros e políticos no escândalo. (Notícias | 6 a 12)

O pátio do pátio

Com estoque elevado por conta das vendas em baixa, GM lotou unidade em Gravataí e precisou alugar área no Velopark, em Nova Santa Rita. (Notícias | 21)

Índice do BC aponta reação da economia

Terceiro trimestre teve avanço de 0,5%, mas projeção no ano é de crescimento perto de zero. (Notícias | 18)

O que o estado vai plantar após 2020

Mudanças climáticas podem substituir cultivos como trigo por cana-de-açúcar e café. (Campo e Lavoura)

Rosane de Oliveira

Mensalão é troco perto da Petrobras

Editorial

O país não pode aceitar tantos desmandos (Editorial | 22)

————————————————————————————

Valor

– Petrobrás será forçada a republicar balanços

As baixas contábeis que a Petrobras terá de fazer referentes a pagamento de propinas não serão lançadas de uma só vez no resultado de 2014. Elas serão alocadas retrospectivamente nos balanços dos últimos anos, a depender do momento em que os contratos com as empreiteiras foram assinados.

– Eletrobras fica sem dinheiro para dividendo

Dois anos após a edição da Medida Provisória 579, que antecipou a renovação das concessões de energia mediante redução de tarifa, a Eletrobras reconheceu que pode deixar de pagar dividendos aos acionistas. Com prejuízo de R$ 2,7 bilhões no terceiro trimestre – o triplo do registrado no mesmo período de 2013 e acima do esperado pelos analistas -, as reservas utilizadas para o pagamento de proventos estão perto do fim. Com os sucessivos prejuízos e os proventos já distribuídos, os pouco mais de R$ 16 bilhões existentes no fim de 2011 se transformaram em cerca de R$ 300 milhões em setembro.

– Venda de ativos viabiliza Holcim-Lafarge

O acordo que a Holcim está fazendo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para obter a aprovação da fusão com a Lafarge envolve a venda de ativos que equivalem a 31% da capacidade instalada das duas empresas. São fábricas em cidades de Minas Gerais e do Rio, com capacidade de produzir 3,6 milhões de toneladas anuais de cimento.

– Samsumg tenta superar as desconfianças do mercado

Se no curto ou médio prazo o desempenho da Samsung está sendo colocado em dúvida por conta da concorrência com a Apple e fabricantes de eletrônicos chineses, no longo prazo o questionamento é quanto à gestão da companhia. Especificamente com relação à capacidade de Jay Lee, de 45 anos, de tocar as operações da Samsung Electronics com a mesma visão de seu pai, Lee Kun-Hee, fundador dessa divisão do grupo.

– Exportação de manufaturados para AL substitui a Argentina

Os exportadores brasileiros de produtos manufaturados estão conseguindo substituir a Argentina – que reduziu drasticamente suas compras neste ano – por outros mercados latino-americanos, em especial México, Colômbia, Chile, Peru e Equador. Individualmente, esses cinco países são clientes pequenos na comparação com a Argentina, mas em seu conjunto ganham importância maior…

Brasil Econômico

Manchete : Petrobras tenta remediar estragos inexplicáveis

Em meio à descoberta de pagamento de propinas em valores assombrosos, a presidente da estatal, Graça Foster, anunciou ontem que vai adotar medidas para melhorar a governança, além de criar uma nova diretoria para garantir que as normas sejam cumpridas. A empresa avisou que os números definitivos do terceiro trimestre só serão divulgados em janeiro. O atraso impede novas captações no mercado acionário e a Petrobras vai utilizar os recursos em caixa para não paralisar suas atividades. (Págs. 4 e 5)

BC aponta crescimento de 0,60%

Depois de dois trimestres de retração, a economia brasileira voltou a crescer de julho a setembro, tirando o país da “recessão técnica”, apontam os dados divulgados ontem pelo Banco Central. (Pág. 8)

China caça corruptos e afeta EUA

O combate à corrupção promovido pelo governo chinês diminui turismo de funcionários públicos para os Estados Unidos, o que prejudicou empresas criadas para guiá-los pelo país. (Pág. 28)

Oposição tenta tirar restos a pagar do PNL do superávit

Das 80 emendas apresentadas, 77 são assinadas por parlamentares da oposição, que ontem também responsabilizaram a presidenta Dilma Rousseff pelo escândalo com os desvios de recursos da Petrobras. (Pág. 3)

EUA: Dilma tenta aproximação

Autoridades, entretanto veem dificuldades para remarcar visita de Estado, após cancelamento devido à NSA. (Pág. 9)

Mosaico Político

Gilberto Nascimento

PCdoB TENTA MANTER O ESPORTE

Integrante fiel da base governista, o PCdoB pretende manter o Ministério dos Esportes no segundo mandato de Dilma Rousseff (PT). O partido se apoia na boa organização da Copa do Mundo, que surpreendeu os críticos, para continuar com o cargo. (Pág. 2)

Relatório D.C.

Rogerio Studart

MARÉ VAZANTE DA GLOBALIZAÇÃO

Para aqueles que ainda duvidam da maré vazante da economia global, recomendo a leitura do relatório World Economic Outlook 2014 (WEO) do Fundo Monetário Internacional (FMI), que pinta para os próximos anos um quadro de crescimento medíocre e com riscos elevados. (Pág. 11)

O mercado como ele é…

Luiz Sérgio Guimarães

EM CHOQUE, PREGÃO ESPERA DILMA

Enquanto a comitiva da presidente Dilma Rousseff fazia ontem o longo trajeto de volta ao Brasil, o mercado financeiro encolheu-se. Tímidos, os pregões de dólar e juros futuros não quiseram desbravar novas veredas. (Pág. 22)

Ponto Final

Octávio Costa

ATÉ QUANDO ELES VÃO ABUSAR?

A notícia é chocante. Segundo a “Folha de S. Paulo”, o ex-gerente-executivo de engenharia da Petrobras, Pedro Barusco, fechou um acordo de delação premiada com procuradores da Operação Lava-Jato e assumiu o compromisso de devolver US$ 97 milhões (R$ 252 milhões) que recebeu como propina. (Pág. 32)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Diretor de empreiteira diz ter pagado propina ao PP

Executivo relata que sofreu extorsão de doleiro e ex-diretor da Petrobras; partido não comenta

Em depoimento à Polícia Federal em Curitiba, o diretor da Galvão Engenharia Erton Medeiros Fonseca disse ter pagado propina ao esquema na Petrobras após extorsão feita pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef. Segundo o executivo, o dinheiro foi para o Partido Progressista (PP), informa Flávio Ferreira, enviado especial a Curitiba. Costa e Youssef afirmaram que a empresa seria prejudicada em contratos se não fizesse o repasse, disse Fonseca. O diretor da Galvão disse estar disposto a fazer acareação com Youssef e Costa. Fonseca negou que a empresa tenha formado cartel ou pagado suborno para vencer licitações da Petrobras. Advogados de diretores da UTC afirmaram não saber do que seus clientes são acusados. A Polícia Federal prevê encerrar os depoimentos nesta terça-feira (18). (Poder a4)

Atual dirigente da Petrobras foi citado em delação, diz PF

Durante depoimento de executivos de empreiteiras presos na Operação Lava Jato, um delegado da Polícia Federal disse que os delatores Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa implicaram o diretor de Abastecimento da Petrobras, José Cosenza, em supostos recebimentos de comissões ligadas a contratos da estatal. Cosenza nega a acusação. (Poder a6)

Petrobras estuda criar diretoria dedicada ao “cumprimento de leis”.(a5)

Lotada, prisão no PR separa delator dos delatados

O doleiro Alberto Youssef é mantido sozinho em uma cela, isolado dos outros presos da Operação Lava Jato, mesmo com a carceragem da PF no Paraná superlotada. Isso impede que o delator tenha contato com pessoas denunciadas por ele, como o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e executivos de empreiteiras. (Poder a6)

Pizzolato diz que encontrou sinal divino em prisão italiana

Condenado no mensalão, o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato contou ter “encontrado pequenos sinais da existência de Deus” na prisão e afirmou que Jesus atuou como seu “advogado” na Itália, impedindo sua extradição. Pizzolato deu seu testemunho de fé a 70 pessoas em igreja pentecostal em Módena, no domingo. (Poder a10)

Apesar de ação maior do BC, dólar começa semana em alta (Mercado B1)

Unicamp e Unesp dizem aplicar teto estadual, mas não revelam salários (Cotidiano C3)

Colômbia para diálogo com as Farc após sequestro de general (Mundo A11)

Hélio Schwartsman

Nova lógica com os investi gados no escândalo pode dar ‘upgrade’ ao país

Ao oferecer a todos os investigados a chance de redução de pena por delação premiada no escândalo da Petrobras, as autoridades recorrem à teoria dos jogos para alterar a lógica que sempre pautou os atores. Com ela, podemos esperar não o fim da impunidade, mas ao menos um “upgrade” nas nossas instituições. (Opinião a2)

Editoriais

Leia “Luzes na USP”, acerca de salários na universidade, e “Sem linha no Equador”, sobre tentativa de acabar com limite de mandatos no país. (Opinião A2)

 

EBC

Edição: Equipe Fenatracoop

admin