Manchete nos Jornais desta Quinta-feira, 29 de Julho de 2021

Endividamento bate recorde e pode colocar retomada em xeque
De cada R$ 100 recebidos em uma família, R$ 58,50 estão comprometidos, aponta BC.As famílias e empresas brasileiras nunca estiveram tão endividadas. Dados do Banco Central mostram que, de cada R$ 100 que uma família recebeu no último ano, R$ 58,50 estavam comprometidos com dívidas, o maior porcentual da série histórica, iniciada em janeiro de 2005. Levantamento do Cemec-fipe aponta que o conjunto de dívidas das companhias não financeiras no Brasil atingiu o marco histórico de 61,7% do PIB em março de 2021. No fim de 2019, antes da pandemia, essa relação era de 50,1%. O aperto no bolso das famílias, especialmente no momento em que desemprego e inflação estão elevados, pode ter impacto na retomada do crescimento econômico, avaliam economistas. Segundo dados do IBGE, a massa de salários em circulação caiu R$ 12 bilhões em um ano. O recuo foi de 5,4% no trimestre encerrado em abril na comparação com o mesmo período de 2020. (Estado)

Centrão mira Orçamento e quer recriar Planejamento
Esplanada. Grupo político quer recriar Ministério do Planejamento, ampliando poder na área econômica; prestígio do Progressistas desperta insatisfações de aliados do governo.Após o Centrão ganhar a Casa Civil, a disputa de poder agora se concentra na área econômica. A pressão é pela recriação do Ministério do Planejamento, que controlaria a Secretaria de Orçamento Federal (SOF). O prestígio conferido por Jair Bolsonaro ao Progressistas dividiu aliados do governo e despertou insatisfações em siglas como PTB e Republicanos. A maior disputa de poder depois que o senador Ciro Nogueira (PI) foi nomeado ministro da Casa Civil está agora concentrada na área econômica. A pressão da vez sobre o Palácio do Planalto é para a recriação do antigo Ministério do Planejamento. O apetite dos políticos, no entanto, não para por aí, como se viu no episódio do aumento dos recursos do Fundo Eleitoral para R$, 5,7 bilhões. O momento é delicado porque falta pouco mais de um mês para o envio do projeto de Orçamento do ano que vem.(Folha)

Saúde vai testar terceira dose para vacinados com Coronavac
A pesquisa será feita em parceria com a Universidade de Oxford. De acordo com a pesquisadora Sue Ann Clemens, é preciso saber a duração da proteção oferecida pelo imunizante, o que já ocorre com as vacinas de Pfizer, Astrazeneca e Janssen. A pesquisa medirá quanto tempo dura proteção criada pela vacina; cientistas vão avaliar efeitos de reforço com vários tipos de imunizante. Estudo chinês mostrou queda de anticorpos após 6 meses, mas isso não significa eficácia menor. É preciso saber a duração da proteção de cada vacina. Ela afirma que, para os imunizantes da Pfizer, Astrazeneca e Janssen, já há publicações demonstrando a duração da proteção de 12 meses, a pesquisa deverá ser concluída entre outubro e novembro para que, entre o final deste ano e o início do ano que vem, o ministério possa decidir se aplicará o reforço em quem tomou a Coronavac. (Folha)

Concentração no varejo cresce com a pandemia
Entre 120 empresas analisadas, houve avanço de quase 30% nas dez primeiras colocadas do ranking do Ibevar, enquanto redes médias no fim da lista recuaram 22%; em setores como eletrônicos e material de construção, líderes já dominam quase 90% das vendas. O faturamento bruto das 120 maiores empresas varejistas do País cresceu 20% em um ano, de R$ 526 bilhões para R$ 632 bilhões. Mas, enquanto nas dez maiores companhias o faturamento subiu quase 30%, nas dez menores houve queda de 22%. (Folha)

O Estado de S. Paulo

  • Vale vê lucro trimestral disparar para R$ 40 bi
  • STF derruba maior ação trabalhista contra a Petrobras
  • Gigantes do varejo ampliam vantagem sobre redes menores em meio à pandemia
  • Concessão da ‘rodovia da morte’ tem aval do TCU
  • 46% dos brasileiros temem partilhar dados bancários
  • Dívida pública registra alta de 3,07% em junho
  • Linhas emergenciais e câmbio aumentam o passivo das empresas
  • Manchete: Endividamento bate recorde e pode colocar retomada em xeque
  • Vale-refeição ficará de fora da reforma do IR
  • Ministro prevê reajuste de 50% para o Bolsa Família
  • Governo avalia reduzir em até R$ 70 bi meta para rombo das contas em 2022
  • Infectologista vê as novas medidas ‘com cautela’
  • SP antecipa vacinação e flexibiliza o comércio
  • Uruguai aprova aplicação de reforço da Pfizer
  • Ministério da Saúde vai testar 3ª dose para os vacinados com Coronavac

O Globo

  • Decisão do Fed faz dólar cair 1,29%, a R$ 5,10
  • STF anula correção de salários na Petrobras
  • Nomad, de conta digital em dólar, recebe aporte de R$ 100 milhões
  • Na Justiça, Odebrecht anula pagamento de R$ 52 milhões a Marcelo
  • Ministro promete novo Bolsa Família para agosto
  • IR: relator mantém incentivo ao vale-alimentação
  • Temperatura baixa traz neve e turistas para o Sul
  • Com frio e seca, alimento sobe e pressiona inflação
  • Ministério da Saúde avalia terceira dose para quem tomou CoronaVac

Folha de S. Paulo

  • Governo celebra agricultor com imagem de homem armado
  • Entenda por que a geada tira o sono dos agricultores
  • Relator do IR retira taxação de dividendo para empresa do Simples
  • Onyx quer priorizar regulação de trabalho da economia digital
  • Moraes derruba decisão do TST e livra Petrobras de perda de R$ 46 bi
  • Bolsa fecha em alta de 1,34% com ata do Fed e balanços
  • Em novo recorde, lucro da Vale vai a R$ 40,1 bi no 2o. tri
  • Contra racionamento, governo reinaugura usina térmica com energia mais cara do país
  • Indústrias adotam plano de energia de Temer
  • Frio no Brasil e calor no Canadá são sinais da mudança climática
  • Apagão não causou perda de dados da plataforma Lattes, diz chefe do CNPq
  • Saúde e Oxford farão estudo sobre 3a. dose em vacinados com Coronavac
  • Marca só será informada no ato da vacinação em SP
  • Na TV, Queiroga apela para que pessoas tomem 2a. dose
  • Apenas 3 capitais têm ocupação de UTIs para Covid acima de 75%
  • Se reabertura virar vale-tudo, pode ter repique, dizem médicos
  • SP suspenderá maioria das restrições em 17 de agosto

Valor Econômico

  • ICMS impulsiona superávit de Estados e municípios
    Projeção do Ministério da Economia para este ano sobe para R$ 29,3 bilhões, número bem acima da meta indicativa para 2021, de saldo positivo de 200 milhões
  • Estatal reverte condenação de R$ 46 bilhões
    Sentença imposta pelo TST em 2018, determinando a correção dos salários de 51 mil funcionários, foi anulada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF
  • Dividendo no Simples escapa de tributação
    Além dessa isenção, empresários querem taxação menor que 20% (de 2,5% a 5%) para dividendos nas empresas do lucro presumido; tema ainda em negociação
  • Receita tenta limitar crédito de PIS e Cofins
    A medida, afirmam especialistas, contraria decisão do STF, que deu ganho de causa aos contribuintes ao reduzir o montante a ser pago pelo governo às empresas
  • População deve tomar 2ª dose, pede Queiroga
    Ministro considera campanha de vacinação bem-sucedida
  • Consumo de combustível tem recuperação no 1º semestre
    Dentre os principais produtos, exceção é querosene de aviação, aponta levantamento da ANP
  • País cria 95 mil normas em 7 décadas
    Maior parte foi estabelecida nos últimos 20 anos com surgimento de agências reguladoras
  • É hora de debater a melhora do ensino profissionalizante
    Muitos jovens chegam ao mercado de trabalho sem disporem de ferramental que os capacite a atender as demandas das empresas
  • Corte de 30% “desmontaria” o Sistema S, afirma diretor
    Rafael Lucchesi prevê fechamento de escolas e demissões de professores e cientistas
  • Carrefour já rastreia gado desde o nascimento
    Varejista começa a vender carne que integra projeto de rastreabilidade criado em 2018
  • Dólar cai a R$ 5,10 com embalo do Fed
    Sentimento favorável a ativos de risco predomina e leva Ibovespa de volta aos 126 mil pontos
  • Receita Federal mira indústrias de cosméticos para arrecadar R$ 2 bi
    Fisco aponta irregularidades relacionadas ao IPI, o que as empresas contestam
Marisa Pereira