Manchete nos Jornais desta Quinta-feira, 25 de Novembro de 2021

Inflação e distribuição difícil travam descontos para a Black Friday
Vendas de eletrônicos e eletrodomésticos devem desacelerar porque consumidor trocou de aparelhos durante o distanciamento social. A inflação em alta, o câmbio e os problemas de abastecimento em algumas cadeias de distribuição devem travar os descontos oferecidos por lojas na Black Friday. Com famílias endividadas e o mercado de trabalho reagindo de forma lenta, a expectativa de economistas é que o tíquete médio (valor por compra) também seja inferior ao de 2020. “Os descontos claramente serão menores. Os empresários estão com margem de lucro apertada, o consumidor está endividado, e esse cenário será desafiador para o varejo conceder o desconto que o cliente espera”, afirma Kelly Carvalho, assessora econômica da FecomercioSP. (Folha)

Anvisa quer vacina para entrada no Brasil, e Bolsonaro resiste
Agência defende que só pessoas imunizadas cruzem a fronteira por terra; presidente Bolsonaro resiste à medida.Mas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que distorce dados sobre segurança e eficácia dos imunizantes, quer apenas abrir as fronteiras, sem cobrar o “passaporte da vacina”, segundo integrantes do governo.A Anvisa enviou parecer ao Palácio do Planalto no último dia 12, após ser questionada sobre a ideia de Bolsonaro, mas não recebeu resposta.Segundo relatos de integrantes do governo, a agência também sugere endurecer as regras para voos internacionais. A ideia é que viajantes façam quarentena de cinco dias, mesmo se apresentarem teste RT-PCR negativo para o novo coronavírus.A quarentena seria dispensada para quem estiver vacinado contra a Covid.Hoje o governo cobra a apresentação do teste RT-PCR, mas não exige quarentena, apesar de a Anvisa sugerir esta medida há meses. (Folha)

O futuro do agro sustentável chegou
O Summit Agronegócio mostrou que a agropecuária brasileira pode aumentar a produtividade com ganhos ambientais. Ao perene desafio socioeconômico de aumentar a produtividade, as últimas gerações acrescentaram o de preservar o meio ambiente. Em muitos setores – sobretudo o energético. (Estado)

Arrecadação federal tem novo recorde
A arrecadação de impostos federais voltou a bater recorde, com R$ 178,742 bilhões em outubro. O resultado representou alta real (descontada a inflação) de 4,92% ante o mesmo mês de 2020. (Estado)

Térmica quer trocar diesel pelo sol
Empresa do Amazonas pede autorização da Aneel para instalar painéis solares em suas usinas; além da produção mais limpa, empresa diz que custo da energia é menor. A necessidade de reduzir custos com combustível e cortar emissões tem levado empresas do setor elétrico a buscar mudanças para suas usinas térmicas, alimentadas a óleo diesel. (Estado)

PF prepara reação à invasão do Rio Madeira pelo garimpo ilegal
Operação deve contar com apoio do Ibama e das Forças Armadas.Em conjunto com o Ibama e o Ministério da Defesa, a Polícia Federal se articula para conter o avanço do garimpo ilegal no Rio Madeira. Centenas de balsas de garimpeiros estão reunidas no rio, onde há relatos de que um grande volume de ouro foi encontrado. A PF não deu detalhes da operação. Conforme o Estadão informou ontem, garimpeiros já estavam cientes da mobilização policial e, em trocas de mensagens, falaram em reação caso sejam abordados. Para retirar o ouro do fundo do rio, as balsas sugam a terra com mangueiras. A prática causa graves danos ambientais. (Estado)

A armadilha que o eleito em 2022 vai encontrar
Nenhum governa nas condições atuais. Sergio Moro entendeu? Se sim, guardou para si. Dois fatores de peso parecem “contratados” para o cenário após as eleições de 2022. Não importa quem seja o vencedor, a economia não terá condições de crescimento sustentável. (Estado)

O Estado de S. Paulo

  • Manchete: PF prepara reação à invasão do Rio Madeira pelo garimpo ilegal
  • Petrobras eleva em 24% seu plano de investimento, que vai a US$ 68 bilhões
  • Pressionado, relator retira correção para o Auxílio
  • Arrecadação federal tem novo recorde
  • Térmica quer trocar diesel pelo sol
  • Brasileiro desconfia de discurso de empresas
  • ‘Pessimismo com o novo teto tem ido longe demais’
  • Alternativa ‘híbrida’ já é realidade em hidrelétricas e parques eólicos
  • Social-democratas, liberais e verdes formam governo na Alemanha
  • Ação ilegal leva a um prejuízo socioambiental de R$ 31,4 bilhões
  • Uso de máscara ao ar livre deixará de ser obrigatório em São Paulo no dia 11
  • Metano rouba a cena na COP-26, mas zerar desmatamento é fundamental
  • ‘A agropecuária pode fazer o País reduzir emissões’
  • Verba para seguro rural deve ter suplementação, diz Soria
  • Ferrovias começam a destravar, mas ainda há risco de monopólio
  • Intensificação tecnológica permite uso racional de insumos no campo
  • País saiu melhor do que entrou na COP-26
  • Doria e Leite mostram iniciativas agroambientais em seus Estados
  • Lados opostos
  • Kast, Boric e o paradoxo da política chilena
  • SP pede ao governo e à Anvisa exigência de passaporte da vacina
  • Risco de covid-19 põe em dúvida festas de carnaval tradicionais do País

O Globo

  • Manchete: Reajuste de mensalidade escolar será o maior em 5 anos
  • Após chamar de ‘parasitas’, Guedes diz que nunca ofendeu servidores
  • Pacheco quer votação rápida para desoneração
  • Petrobras planeja reforçar atuação em pré-sal e venda de ativos até 2026
  • Enel, maior geradora de energia eólica e solar, investirá R$ 31 bi no país
  • Governo tenta acelerar, mas PEC dos Precatórios pode ficar para dezembro
  • Arrecadação tem melhor outubro desde 2016
  • Auxílio: relator desiste de reajuste automático
  • Ser Educacional é 1° grupo de ensino a lançar fintech
  • Narcogarimpo no rio: Mourão diz que tráfico participa de nova frente de extração ilegal de ouro
  • Relator critica projeto que propõe volta de propaganda de armas
  • Abandono de mais de mil búfalos mobiliza polícia e ativistas em SP
  • Estado de SP vai liberar uso de máscaras a partir de dezembro
  • Comissão Europeia ressalta relação entre vacinação e mortes
  • Covid-19: distância de 2 metros pode ser insuficiente
  • Reforço

Folha de S. Paulo

  • Manchete: SP abolirá máscara em locais abertos em 11 de dezembro
  • Italiana Enel prevê investir R$ 31 bi no Brasil em três anos
  • PEC trava Judiciário e transforma Brasil em país caloteiro, diz membro da OAB
  • Pilotos e comissários decidem entrar em greve na próxima segunda-feira
  • Inflação e problemas de abastecimento travam descontos na Black Friday
  • Petrobras eleva em 24% plano de investimentos
  • Juros e inflação em alta elevam custo da dívida pública
  • Arrecadação federal interrompe em outubro sequência de recordes
  • Análise da PEC do Calote na CCJ do Senado fica para 3a.
  • Pressão por valor maior adia votação do Auxílio Brasil
  • Cenário econômico é obstáculo para Bolsonaro em 2022, dizem analistas
  • Remédio contra Covid tem efeito preventivo, aponta estudo
  • Agência aprova dose de reforço em bula de vacina da Pfizer
  • Anvisa quer vacinação para entrada no Brasil
  • É cedo para pensar em aglomeração, diz coordenador em SP
  • Carnaval cancelado gera divergência entre especialistas

Valor Econômico

  • Petrobras prevê investir US$ 68 bilhões em plano de negócios de 2022 a 2026
    O novo plano de negócios é 23% superior ao anterior (2021-2025), que previa um orçamento de US$ 55 bilhões. O segmento de exploração e produção é prioritário, com 84% dos valores
  • STJ decide que sócios presentes no fechamento da empresa respondem por dívida tributária
  • Pilotos e comissários de bordo entram em greve dia 29
  • Não existe almoço de graça, nem na renda fixa
  • Pacheco: revogação da ‘PEC da Bengala’ não avançará ‘em hipótese alguma’
  • Campos destaca persistência da inflação e reforça busca pela meta
Marisa Pereira