Manchete nos Jornais desta Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2021

Suspensão de compra de seringas ameaça vacinações no País

A demora do governo federal para a compra de seringas e agulhas não ameaça apenas o calendário de vacinação contra a covid-19 no País. Após fracasso no primeiro pregão para aquisição destes produtos, o Ministério da Saúde mira estoques dos Estados e municípios que servem, todos os anos, para aplicar 300 milhões de doses de vacinas de outras doenças, como sarampo, gripe e febre amarela, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Bolsa Família pode incluir mais 200 mil famílias

Sem um substituto para o auxílio emergencial, o governo prepara uma medida provisória para reestruturar o Bolsa Família dentro do orçamento de R$ 34,8 bilhões já reservado para 2021. Segundo apurou o Estadão/broadcast ,a ideia é unificar benefícios já existentes no programa, reajustar os valores e criar novas bolsas: por mérito escolar, esportivo e científico. Nesse desenho, 14,5 milhões de famílias seriam contempladas, pouco mais de 200 mil acima do número atual (14,3 milhões).

Agronegócio leva Doria a recuar em ajuste fiscal (SP)

No início da noite, governador anunciou suspensão em mudanças no ICMS para alimentos e remédios, que entrariam em vigor dia 15 e eram criticadas por empresários.Os produtores pressionaram o governo pela isenção na cobrança do imposto sobre combustíveis e insumos, como adubo e sementes. Eles dizem que o aumento do ICMS sobre esses produtos deve causar alta no preço dos alimentos, mesmo após a promessa de barrar a cobrança nas cestas básicas de alimentos e de remédios. A permissão para o corte de benefícios ocorreu com a aprovação do pacote de ajuste fiscal na Assembleia Legislativa, em outubro. Para ter efeito, no entanto, o governador deve editar decretos que cortam os benefícios fiscais para cada setor.

O Estado de S. Paulo

  • Governo quer mudar Bolsa Família com promessa de incluir mais 200 mil famílias
  • Os novos benefícios
  • Em outubro, pobreza extrema atingia 14 milhões
  • País deve R$ 2,5 bi a órgãos multilaterais
  • Bolsonaro muda discurso e diz que Brasil está ‘uma maravilha’
  • Consultoria da Câmara propõe flexibilizar teto
  • CNI vê subsídio irregular em produção chinesa de alumínio
  • Brasil fecha 8º ano seguido com fuga de capital
  • Com minério em alta e China, royalties fecham 2020 com recorde de R$ 6 bi
  • Parceria quer levar energia renovável a prédios públicos

A causa do despreparo da população

Desordenada como sempre, a fala de Bolsonaro misturou temas como crescimento de ações trabalhistas, importação de serviços e dificuldades enfrentadas por empregadores, o que faz com que “ser patrão é uma desgraça”. O denominador comum, porém, foi o despreparo da mão de obra. “Então, é um país difícil de trabalhar. Quando fala em desemprego, né, vários motivos (sic). Uma parte considerável não está preparada para fazer quase nada.” Em princípio, a premissa de que parte Bolsonaro é correta. No último Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, por exemplo, a ênfase foi em interpretação de textos e o Brasil ficou entre as 20 últimas posições do ranking. O levantamento mostrou que só 2% dos estudantes brasileiros souberam separar fatos de opiniões, o que é vital para o desenvolvimento do pensamento crítico. Dados oficiais revelam que, em 2019, 30% dos jovens com até 25 anos não terminaram o ensino médio. Dos que concluíram, menos da metade conseguiu entrar num curso superior. Ou seja, são poucos os jovens preparados para ganhar a vida. (in grifo) “O Despreparo de uma geração formada há 20 anos veio alimentada de projetos pedagógicos utópicos da realidade. Também não fora a falta de recursos, mas as más administrações ao longo destes governos.”

O Globo

  • Fatura da crise: Concessionárias devem deixar de pagar R$ 15 bi à União nos próximos anos
  • Aéreas inauguram voos regionais e reforçam rotas para destinos turísticos
  • Belo Monte enfrenta nova polêmica, agora em torno do pacu
  • Após críticas, Bolsonaro ironiza: ‘Está uma maravilha’
  • Saída de dólares do país chega a US$ 28 bi em 2020
  • Bolsa chega a 120 mil pontos, mas perde força no fim do pregão

Folha de S. Paulo

  • Doria cancela corte de benefício fiscal para alimentos e remédios
  • 135 municípios paulistas programam ‘tratoraço’ para hoje
  • Invasão ao Congresso americano reduz ímpeto das Bolsas
  • ‘Brasil quebrado’ deu reajuste a policial e cortou tributo de arma
  • Benesses de Bolsonaro durante a pandemia
  • Promessas do governo, com impacto fiscal, ainda não cumpridas
  • Brasil está uma maravilha, afirma Bolsonaro
  • Bolsonaro mantém R$ 305 bi em privilégios tributários, diz entidade
  • Maia chama governo de incompetente após acusação de ministério contra Congresso

Valor Econômico

  • Democracia sofre ataque nos EUA
    Invasores, alguns armados, forçaram parlamentares a se esconder e a suspender o debate sobre a certificação da vitória concedida pelo Colégio Eleitoral ao presidente eleito, Joe Biden; uma mulher morreu
  • Gasto cai com servidor civil, mas aumenta com militar
    A Lei Complementar nº 173/2020 proibiu a concessão de reajuste aos servidores; já a situação dos militares é reflexo da Lei 13.954/2019, que reestruturou o Sistema de Proteção Social das Forças Armadas
  • União Química prepara-se para exportar vacina russa
    Farmacêutica brasileira planeja iniciar produção do imunizante até a próxima semana
  • Frete da China para o Brasil quintuplica
    Custo das importações, que já vinha em alta no último trimestre, atingiu nesta semana um patamar considerado inédito de US$ 10 mil por TEU (medida padrão usada para contêineres) Frete China-Brasil dispara e deve encarecer produtos importados. “Tempestade perfeita’” na cadeia logística faz preços chegarem a nível histórico
  • Brasil se une a China, Europa e EUA para atacar política da Índia
    País foi um dos mais agressivos contra política de autossuficiência de Nova Délhi
  • Endividamento das famílias é o maior desde 2010
    Na Pesquisa da CNC divulgada ontem, a fatia de famílias com dívidas na média anual ficou em 66,5% em 2020, acima dos 64,6% de 2019
  • Pazuello promete vacinação simultânea
    Ministro da Saúde diz que vacinas serão distribuídas de forma igualitária e proporcional a todos os Estados e que país tem asseguradas 354 milhões de doses
  • Governo zera imposto de importação de seringas
    Bolsonaro informou ainda que suspendeu a compra dos produtos “até que os preços voltem à normalidade”
  • Caixa da União aumenta e chega a R$ 1,24 trilhão
    Volume de recursos cresce e está perto do nível registrado antes da pandemia
  • Ajuste deve reduzir mais despesas discricionárias em 2021
    Equipe econômica já se prepara para encaminhar ao Congresso uma emenda modificativa do Orçamento deste ano
  • Baleia defende retomada do auxílio emergencial
    Ausência de representantes do PT em lançamento de candidatura de emedebista chamou a atenção
  • Direção correta e momento também
    Alíquota uniforme tem sido o padrão adotado pela maioria dos países que implantaram o IVA
  • Dólar menor tem efeito pequeno em dívida
    Desvalorização da moeda americana no 4º tri reduziu dívida externa das empresas em 3,7%
  • União Europeia aprova vacina da Moderna
    Agora, os 27 países da região têm duas opções para imunizar suas populações
  • Covid reforça supremacia da China no setor de aço
    Produção do país, que rompeu a barreira de 1 bilhão de toneladas em 2020, representou mais de 57% do total do mundo até novembro, impulsionada com estímulos do governo
  • Perspectivas são boas para o Brasil neste ano, aponta FAO
    Segundo economista da agência, commodities devem ter leve alta
  • Subsídios globais ao algodão sobem para US$ 8 bilhões
    Segundo o ICAC, na safra 2019/20 houve alta de quase 40%
Marisa Pereira